{Resenha} - Vango - Entre o Céu e a Terra

Autor: Timothée de Fombelle
Editora: Melhoramentos
Páginas: 360
Avaliação: 5/5
Sinopse: Salvar a pele e, ao mesmo tempo, descobrir a própria identidade. Este é o grande desafio de Vango, o jovem herói do novo romance do escritor francês 'Timothée de Fombelle'. Ao ler esse thriller histórico, ambientado no conturbado período entre as duas grandes guerras mundiais, somos impelidos a fugir com Vango pelos cinco continentes, num clima de absoluto perigo e suspense. Este rapaz órfão de 19 anos desconhece sua origem assim como desconhece a motivação do franco atirador que, além da polícia, está em seu encalço. Deparamo-nos com Vango na solenidade em que ele e outros seminaristas seriam ordenados padres na suntuosa catedral de Notre-Dame, em Paris. O assassinato do padre Jean, seu protetor, desencadeia a perseguição ao rapaz, que empreende uma fuga espetacular ao escalar nada menos do que os famosos vitrais da catedral. Essa cena é apenas um exemplo do clima de perseguição e aventura de que é feita toda a narrativa, quando acompanharemos nosso protagonista em situações e lugares improváveis - como um intruso escondido num caça da SS, galopando nas Terras Altas da Escócia, dependurado num vulcão italiano ou sobrevoando o Brasil e vários outros lugares num zepelim. O fracasso em não ter sido ordenado padre deixa nosso herói arrasado, mas a jovem Ethel fica bem feliz. É ela quem vai ajudar Vango a provar sua inocência e descobrir sua identidade. Também fazem parte da saga outros personagens marcados por vidas cheias de segredos, como Mademoiselle, a Senhora Poliglota e sem memória com quem Vango é salvo do naufrágio na costa da Sicília aos três anos de idade e Hugo Eckner, personagem verídico, comandante alemão do Graf Zepelin, esse grande dirigível que fascinou o mundo nas primeiras décadas do século XX. Outras personalidades incorporadas à história são Joseph Stalin, sua filha Svetlana e Adolf Hitler.


Tive a felicidade de receber este livro em parceria com a Editora Melhoramentos, confesso que até então não tinha visto nada sobre este livro, mas ao ler a sinopse (bem grandinha né) senti perfeitamente que a história poderia ser muito boa e realmente foi melhor!

Pela sinopse vocês já devem ter pegado um pouco de como vai ser este enredo, algo que posso acrescentar é que logo no início não sabemos realmente quem é Vango, ele e sua ama simplesmente apareceram em uma noite de tempestade em uma ilha quase que isolada do mundo, ilha essa com poucos moradores que acabaram por acolher Vango e Madmoiselle.



Book Trailer


Vango cresceu nessa ilha, rodeado por encostas íngremes e isso é o que o garoto mais gostava, escalava as encostas e se dependurava e admirava os pássaros, escalava como se estivesse andando normalmente. Futuramente essa será uma característica que o ajudará muito.

Posteriormente Vango encontrará um mosteiro escondido em uma ilha vizinha e claro que sua curiosidade o levou até lá, ao conhecer e interagir com esses padres exilados Vango então começa a se interessar pela religião católica e esse é um dos pontos que acabara levando sua jornada até o evento na catedral de Notre-Dame onte ele se tornaria padre.

Vango sempre sentiu que alguém o perseguia e que a qualquer momento seria capturado ou morto, chegaram a lhe dizer que isso era apenas fruto de sua imaginação, mas naquela praça com o ataque sofrido eis que tudo se mostra real e muito ameaçador.


Bem não tenho como detalhar aqui para vocês todos os personagens e nem todos os locais que Vango irá visitar, mas devo ressaltar a grandeza dessa narrativa que envolve locais reais, pessoas reais e tudo mesclado de maneira a nos fazer pensar que até mesmo Vango fez parte da história.

Passaremos por Hitler, Stalin, daremos uma volta ao mundo num dirigível! Conheceremos Hugo Eckner e muitas outras pessoas, tudo isso envolto ao ritmo frenético da aventura, sempre tentando fugir do perigo e entender porque o perseguem.

Quanto ao enredo em si não tenho nenhum ponto negativo, o livro vai passando os capítulos entre o presente e o passado, como já li vários livros assim estou bem habituado e gosto desse modo de narrar a história. Em nenhum momento o enredo passou por uma fase massante e lenta, a leitura foi muito fluida e só não li mais rápido por não ter tido muito tempo livre, mas se você tiver pelo menos dois dias lives apenas para ler, garanto que será o suficiente.

Sobre a edição, a Editora Melhoramentos esta de parabéns! Nunca tinha lido um livro que as letras não fossem pretas, o tom avermelhado da capa também é utilizado nas fotos e letras, isso não atrapalhou em nada a leitura e foi muito interessante essa sacada. No final do livro temos um extra falando um pouco sobre acontecimentos reais e contando a história do Graf Zeppelin.

Concluo dizendo que é um livro realmente ótimo, nos faz navegar por acontecimentos históricos em meio a aventura, investigação, uma pitada até de suspense e com um toque de romance, se você amigo leitor procura uma aventura diferente e empolgante com certeza pode correndo ir ler Vango - Entre o Céu e a Terra.

Agora depois de me deliciar com está história excelente, vou ficar aqui na expectativa no segundo e último volume dessa duologia fantástica.

Avaliação


Leia o primeiro capítulo: Issuu




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar no "Leitor Sagaz" em breve seu comentário será publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...