{Resenha} - A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff

Autora: Michelle Falkoff
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Avaliação: 
Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.



Oi, tudo certo?
A resenha de hoje é sobre o livro “A Playlist de Hayden”, confesso que não estava muito animada com a leitura pelo fato de ser um tema muito repetitivo, e inúmeros resenhistas haviam criticado o final, mas na verdade, apesar de clichê o fim não se mostrou tãoooo ruim.


A narrativa é contada por Sam após o suicídio de seu melhor amigo, Hayden, que antes de morrer deixa uma playlist e inúmeros mistérios a serem desvendados. Existem várias críticas, percebíveis pelos temas abordados, mas há uma ênfase na problemática bullying, que hodiernamente é uma complicação real entre os adolescentes, muitos sofrem com situações como a retratada.

A obra se destaca pois apresenta uma “trilha sonora”, já que, em cada capitulo há uma musica da lista de Hayden, pessoalmente gostei da maioria das escolhas da escritora. Tomei a decisão de que em cada capitulo escutaria a respectiva música e procuraria a tradução, a verdade é que queria descobrir o enigma antes do protagonista, por isso demorei um pouco para terminar o livro. E apesar de ser um assunto bem repetitivo, gostei de como o suicídio foi abordado, a forma como Sam se sentiu traído e culpado foi bem intensa. 

“Ficar com raiva. Sentir culpa. Sentir raiva de novo. Tudo isso era ocasionalmente pontuado por um desejo quase incontrolável de gritar ou destruir coisas, apesar de eu não ser capaz de fazer nada disso. Por que eu não podia ser alguém normal e simplesmente me sentir triste como as outras pessoas?”

“Ele me deixou sozinho e eu jamais tinha feito isso com ele, não importava o quanto estivesse com raiva.”

Contudo, me decepcione pelo fato de que o ponto mais importante não foi desmascarado, e pensei que haveria uma analise de cada musica. Junto a isso, achei que algumas partes da trama se mostraram sem graça como por exemplo o romance entre Astrid e o personagem principal, admito que não me envolvi com tudo, e sinceramente o final foi bem previsível. Apesar de seus altos e baixos a Michelle Falkoff está de parabéns, pois além de esta ser a sua primeira obra, ela conseguiu passar a metamorfose do Sam e o seu amadurecimento.

Ps: gostaria de escutar playlist do Sam, se vocês souberem de algo, por favor, me avisem ;).

Avaliação



By Beatriz Pereira



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar no "Leitor Sagaz" em breve seu comentário será publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...