{Entrevista} - Thaís Santos



Oi sagazes! Hoje venho lhes apresentar a mas nova autora parceira do LS, a Thaís já é nossa parceira a algum tempo mas como amiga blogueira e agora firmamos mais essa. Estou muito contente, e acredito que bons frutos nascerão daqui.

Vem conhecer um pouco sobre essa menina/mulher!




Biografia: Thaís Santos Lurco é carioca emprestada, aspirante à blogueira e jornalista em treinamento. Com vinte e poucos anos, já inventou mais histórias do que viveu e já viveu mil vidas através das páginas dos livros. Cristã, amante de música e sonhadora (do tipo que vive com a cabeça nas nuvens) faz do céu sua meta particular.Quando o amor acontece é seu romance de estreia.







Deixe nossos leitores te conhecerem um pouco. Quem é Thaís Santos? Quais seus hobbies, do que gosta...
Thaís era uma menina muito tímida, mas que tinha muita coisa a dizer para o mundo. Através das palavras fui aprendendo um pouco mais sobre mim mesma, meus valores e o que eu acreditava. Costumo dizer que as palavras sempre me salvaram, por isso meus maiores hobbies sempre foram ler e escrever... Também desenho e canto de vez em quando, mas só como puro passatempo mesmo, rs.

Já nos conhecemos há algum tempo, sua paixão pela leitura e pela escrita já são conhecidas através do seu blog, mas acredito que os leitores gostariam de saber quando surgiu essa vontade de escrever?
Surgiu de bem novinha, quando eu tinha muita dificuldade para me expressar e fazer amigos. Descobri que escrevendo eu podia ser quem eu quisesse e, incentivada por meninas da minha sala (que hoje são minhas grandes amigas), acabei criando um blog para desabafar tudo o que eu tinha guardado. E não era pouca coisa, viu? rs

Como é o seu processo criativo?
Eu preciso ter sempre um caderno, bloquinho ou mesmo o celular em mãos. Se a inspiração bater, tenho que correr e escrever logo, não importa que sejam 3h da madrugada, hahaha. Mas também acredito naquele ditado que diz que criar é “10% inspiração e 90% transpiração”; escrever exige muita força de vontade e dedicação, mas o resultado final vale muito à pena.

Quando você escreve, já sabe qual será o desfecho da trama ou a história dita às regras e conduz você?
Normalmente já começo uma história com o final em mente. O problema está sempre no desenvolvimento, é a parte mais demorada, rs. Quando isso acontece, eu simplesmente vou escrevendo o que me vem à cabeça e só depois paro para ler tudo e alterar o que for necessário. Pra mim funciona muito.

Na sua visão, qual é a principal virtude de um escritor?
Acho que todo escritor é um ótimo observador. A gente aprende a estar atento a toda e qualquer situação, seja o transporte público em horário de pico ou um passeio no parque. Pessoas são diferentes e é isso que me atrai, cada um tem a sua própria essência, o que sempre pode gerar uma história ou outra...

Como foi à busca por uma editora, foi difícil? Pensou em desistir?
No começo eu acabei dando a louca e pensando em mandar pra zilhões de editoras, hahaha. Depois eu pensei bem e vi que o segredo é ser seletivo e valorizar seu trabalho. É claro que respostas negativas nos dão vontade de desistir, mas se não fossem os “nãos” que a gente recebe na vida, nunca saberíamos valorizar o “sim”, não é mesmo? 

Qual é a importância dos blogs para os autores nacionais que estão tentando entrar no cenário literário?
O blogueiro literário conhece e valoriza a luta do autor, porque ele mesmo passa por isso (seja na consolidação de um público ou num processo de seleção, por exemplo). Mais do que um meio de divulgação do trabalho, existe sinceridade e lealdade entre eles e o autor. Acima de tudo o blogueiro também é leitor e eu valorizo muito as opiniões e feedbacks que eles me dão.

Fale um pouco da emoção de ver sua obra nas mãos dos leitores. De sua história sendo discutida, apreciada ou até mesmo criticada. 
Ainda é tudo muito surreal, rs. Uma emoção assim é difícil de descrever, mas eu acho que é como pegar o seu sonho nas mãos, sabe? Ver a reação dos leitores, as fotos, mensagens, resenhas... Tudo isso fez a minha ficha cair e eu entendi que posso sonhar muito mais! Quanto às críticas, acredito que sempre podemos crescer e melhorar. Nem sempre dá para agradar todo mundo, mas o leitor precisa ser ouvido sempre.

Alguma música marcou você e o ajudou na construção da história de Quando o Amor Acontece?
Sem dúvidas Arabella, do Artic Monkeys (quem leu vai entender, rs). Mas indiretamente rolou muito Ed Sheeran, John Mayer e Tori Kelly.

Alguns autores ainda enfrentam barreiras para publicar seus livros por editoras boas, mesmo que já vivamos anos de conquistas em nossa literatura nacional. Diga-nos como é, ou foi, sua trajetória para publicar seus livros.
Eu comecei publicando uma coisa ou outra no blog e depois no Wattpad, que eu considero uma das melhores plataformas digitais pra quem quer construir um público. Depois investi numa editora paga e acho que foi a minha melhor escolha, mas claro que tem que pesquisar muito o custo benefício (pensar na tiragem, divulgação, seriedade da editora e por aí vai). Um meio que eu considero muito atrativo pra quem deseja começar é o Amazon, tenho muitas amigas que fizeram seu público por lá e agora estão ganhando espaço em editoras grandes.


Sobre seu próximo lançamento, que tipo de mensagem você quer passar aos leitores?
Meu próximo livro é um romance cristão e quero levar aquilo que os jovens cristãos realmente vivem, não uma religião em si, mas os valores e o amor, que é o que eu sempre tento passar em meus escritos. Acredito que as palavras têm o poder de tocar e transformar vidas e é isso o que eu quero fazer.

Que dica você pode deixar para quem deseja escrever? 
Não tenha medo de errar. Corra atrás dos seus objetivos, mostre pra alguém, questione, observe o mundo ao seu redor... Seja seu maior crítico e seu maior admirador. E o mais importante: acredite no seu trabalho!

Algum recadinho para seus leitores?
Acho que palavras não são suficientes pra dizer o que esses leitores tem feito por mim. Seja aqueles que tiraram uma foto do livro, mandaram um recado ou me deram um abraço, cada um contribuiu pra que eu me tornasse uma pessoa melhor e para que a escrita nunca morresse dentro de mim. Sou grata a vocês por tudo o que tenho vivido e cultivo um amor muito louco aqui dentro por cada um que colocou um sorriso em meu rosto ao dizer que leu ou se interessou pelo meu livro! Muito obrigada, de coração ♥


Que entrevista mas fofa gente ^^ o que vocês acharam? Eu amei!
 Beijocas da Deebs!





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar no "Leitor Sagaz" em breve seu comentário será publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...