{Resenha} - Garota Exemplar - Gillian Flynn

Autora: Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Páginas: 448
Avaliação: 5/5
Sinopse: Garota Exemplar - Uma das mais aclamadas escritoras de suspense da atualidade, Gillian Flynn apresenta um relato perturbador sobre um casamento em crise. Com 4 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo – o maior sucesso editorial do ano, atrás apenas da Trilogia Cinquenta tons de cinza –, "Garota Exemplar" alia humor perspicaz a uma narrativa eletrizante. O resultado é uma atmosfera de dúvidas que faz o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Na manhã de seu quinto aniversário de casamento, Amy, a linda e inteligente esposa de Nick Dunne, desaparece de sua casa às margens do Rio Mississippi. Aparentemente trata-se de um crime violento, e passagens do diário de Amy revelam uma garota perfeccionista que seria capaz de levar qualquer um ao limite. Pressionado pela polícia e pela opinião pública – e também pelos ferozmente amorosos pais de Amy –, Nick desfia uma série interminável de mentiras, meias verdades e comportamentos inapropriados. Sim, ele parece estranhamente evasivo, e sem dúvida amargo, mas seria um assassino? Com sua irmã gêmea Margo a seu lado, Nick afirma inocência. O problema é: se não foi Nick, onde está Amy? E por que todas as pistas apontam para ele?


Antes de mais nada, esse foi um dos melhores livros que li na vida. A autora não só merece uma salva de palmas, como Tocantins inteira(desculpem!). Enquanto lia, quase deu pra ver meus neurônios trabalhando pra entender cada momento que se passava.

“Se você está prestes a fazer algo, e se quer saber se é má ideia, imagine impresso no jornal para o mundo todo ver.”-Garota Exemplar.

Garota Exemplar, pode ser definido como o livro das incertezas. Tudo pode ser e tudo é talvez. É intenso, surpreendente e verdadeiro.


Foi capaz de mostrar a obscuridade da mente humana através dos personagens que são de carne e osso, gente como a gente. A minha grande dificuldade foi decidir em quem acreditar. 

A autora narra a história com base em dois pontos de vista. Nick descreve uma esposa fria e um casamento desmoronando. Enquanto Amy escreve sobre o passado da história de amor, recomeços e as tentativas de salvar o casamento dos dois. Mas nada é o que é nesse livro. Você pensa que conhece todas as cartas, mas há muito baralho escondido nas mangas.

Confesso: odiei Nick desde o começo. Ele é o senhor sem graça e ofuscado pelo brilho da linda esposa, era apenas um desempregado que ao descobrir a doença da mãe se muda para o Mississippi e tem a brilhante(?) ideia de ter um bar junto com sua irmã. Quase senti pena dele.

“O amor faz você querer ser um homem melhor, mas talvez o amor, o verdadeiro amor, também te dá a permissão para ser simplesmente o homem que você é.”—  Garota Exemplar.
Já Amy, foi fácil de amar. Formada em psicologia, costumava escrever testes de personalidade e repentinamente, tem que desistir de sua vida em Nova York para ser uma dona de casa. Ela é A Mulher. Daquelas que todo mundo se inspira. Autentica e audaciosa falou carinhosamente sobre a história de amor, sobre as dúvidas que toda mulher tem naquele comecinho de namoro e de como reagir em um casamento que aos olhos alheios é um caso perdido. 

“De repente, você se flagra lendo na cama e panquecas no domingo e rindo de nada e a boca dele na sua. E é tão além do legal que você sabe que nunca poderá voltar para o legal. Rápido assim. Você pensa: Ah, eis aqui o resto da minha vida. Ele finalmente chegou. ”—  Garota Exemplar

O final é instigante, daqueles que fazem você ficar pensando no livro em cada esquina que cruza. Faz você pensar: até que ponto você consegue ir por alguém? Até que ponto você consegue aguentar à pressão? E finalmente: Até que ponto sua loucura pode ir?


"É uma época muito difícil para ser uma pessoa, apenas uma pessoal real, de verdade, em vez de uma coleção de traços de personalidade escolhidos de uma interminável máquina automática de personagens.E se todos nós estamos atuando, não pode existir algo como uma alma gêmea, porque não temos almas genuínas. Chegara ao ponto em que parecia que nada importava, pois não sou uma pessoa de verdade, e ninguém mais é. Eu teria feito qualquer coisa para me sentir real novamente.”-Garota Exemplar.

Aviso: Se você está procurando um relacionamento sadio de amor e companheirismo, o único que vai encontrar nesse livro é o de Nick e sua irmã, Margo, que desde o começo mostrou o que realmente sentia e achava, sem máscaras e segundas intenções.



Avaliação



By Maria Luiza

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar no "Leitor Sagaz" em breve seu comentário será publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...