{Resenha} - Carrie, A Estranha - Stephen King

Bem galera trago aqui para vocês mais uma resenha do mestre do terror Stephen King, confiram:

Autor: Stephen King
Editora: Suma de Letras
Páginas: 205
Sinopse: Carrie, a Estranha narra a atormentada adolescência de uma jovem problemática, perseguida pelos colegas, professores e impedida pela mãe de levar a vida como as garotas de sua idade. Só que Carrie guarda um segredo: quando ela está por perto, objetos voam, portas são trancadas ao sabor do nada, velas se apagam e voltam a iluminar, misteriosamente.Aos 16 anos, desajustada socialmente, Carrie prepara sua vingança contra todos os que a prejudicaram. A vendeta vem à tona de forma tão furiosa e amedrontadora que até hoje permanece como exemplo de uma das mais chocantes e inovadoras narrativas de terror de todos os tempos.Com tantos ingredientes de suspense, Carrie, a Estranha logo se transformou num enorme sucesso internacional e passou a integrar a mitologia americana. Ao ser transportado para as telas, em 1976, pelas mãos de Brian de Palma, teve a atriz Sissy Spacek e John Travolta em seus papéis principais.

   Primeiro quero que saibam que esta obra foi parar no lixo! King à escreveu e por algum motivo simplesmente jogou fora, mas então sua esposa Tabitha pegou leu e gostou, e então incentivou o marido para que ele fosse em frente terminasse e publicasse sua obra, essa então por sua vez se tornou seu primeiro grande sucesso, alavancando sua carreira como escritor.


   Diferente da maioria dos livros de King, Carrie tem poucas páginas mas nem por isso o terror psicológico é menor.

   O livro é escrito de maneira a tornar os acontecimentos reais, misturando artigos científicos, notas de jornais e revistas que falam sobre o caso Carrie White e isso é mesclado ao meu ver de maneira perfeita com a narrativa da história.

   Vamos aos primeiros acontecimentos:

   Em agosto de 1966 acontece o primeiro fato inexplicável da vida de Carrie, sua casa é atingida por uma chuva de pedras, nesta época ela tinha apenas 3 anos, sua mãe Margaret já era viúva, uma reclusa e fanática religiosa.

   Em 1979, Carrie agora com 16 anos, ocorre mais uma fato de seu poder até então desconhecido, Carrie tem sua primeira menstruação e ela não sabe nada sobre isso, sua mãe nunca havia conversado com ela sobre as transformações femininas, segunda ela era pecado! Este fato ocorre no banheiro da escola na hora do banho junto com as outras garotas, ela fica totalmente atônita sem saber o que fazer e nem o que era aquilo, para ela estava morrendo de hemorragia. Rapidamente vira motivo de chacota para todas as outras meninas no banheiro, elas começam a atirar absorvente em cima de Carrie, tudo só para quando a professora entra e acaba com a bagunça, Carrie se retorce de dor abdominal e de repente uma lampada estoura!

"Neste ponto Carrie começa a perceber seus poderes"

   Vamos ao principal terror psicológico sofrido por Carrie, sua mãe! Uma mãe obcecada pela religião, uma fanática, tudo para ela é pecado, todos são pecadores! Quando ela acha que Carrie esta precisando se redimir de seus pecados ela simplesmente a prende em um cubículo apertado que possui uma imagem enorme de Cristo na cruz. Imaginem o terror desta criança!

   Somos engolidos por este terror psicológico, os preceitos de padrão social são questionados neste livro. Não vou narrar toda a história para vocês, isso serviu apenas para lhes alertar sobre o que lhes aguardam em meios a estas páginas, saibam que:
- Os poderes aumentam.
- Vai ocorrer o aguardado enfrentamento mãe x filha.
- Armações para prejudicar e iludir Carrie, poderão virar uma bomba H.
- Será tudo realmente ficção?

   Agora imaginem o que pode acontecer com uma garota perturbada, seus poderes atingindo o nível máximo e um baile com todos aqueles que zombaram dela a vida toda.

"Será que alguém sobrevive?"

Descubram tudo lendo Carrie, A Estranha!







9 comentários:

  1. Este foi um dos primeiros livros que li na vida.. o filme nunca vi para falar a verdade, pois sempre me decepciono com filmes que vieram de livros.
    O terro psicológico é evidente mesmo, e foi o que me fez passar a gostar deste livro de literatura!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Polyana, realmente o terror psicológico é predominante, nos faz até entender o porque de Carrie fazer tudo o que ela fez.
      Obrigado pela visita.

      Diego de França

      Excluir
  2. Já disse que morro de medo desse filme, haha
    O livro, não sei, talvez eu lesse, rs.
    Sou fã dessas coisas sobrenaturais e acho que no livro os motivos de Carrie ficam mais evidentes... achei interessante. E pelo visto você gostou bastante da leitura, kk
    Beijão.

    http://missthay.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha medrosa! Mas este livro meche com nosso psicológico, não é aquele terror rsrs
      De uma chance e leia ;)

      Abraço,
      Diego de França

      Excluir
  3. Oi Diego,
    tudo bem?
    Estou atrasada com meus comentários, por causa dos estudos. Mas sério que você gostou tanto assim? Sempre que começo a ler vou até o fim, me recuso a abandonar um livro pelo caminho. Mas eu confesso que já fiz isso com um autor: Stephen King, Nossa, a escrita dele é muito parada, ele descreve tudo, cada barulho. Tudo bem que não foi esse o livro que eu li, em lembro o nome. Mas depois daquele livro, não quis mais ler nenhum dele.
    Eu vi esse filme na minha adolescência, e não sei dizer se gostei ou não.
    Beijos.
    Cila- leitora Voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que isso Cila, de uma chance, quem sabe agora você consiga ler :)
      Aproveita e assista o remake que ficou muito bom.

      Abraço,
      Diego de França

      Excluir
  4. Amo Stephen King e já li todas suas obras publicadas em portugês
    Carrie para mim é uma das que mais me influenciaram na maneira de pensar pois a li ainda na escola. King escreve com precisão sobre o bullying e isso faz o livro ser tão atual quanto sua publicação na decada de 70.
    Gostei da resenha clara e bem expressada rsrs como sempre quem vai falar do livro não consegue dizer poucas palavras rs as resenhas ficam enormes

    Rafa Biblioteca Do Terror

    ResponderExcluir
  5. Justamente por ter lido o livro e gostado tanto da narrativa de Stephen King que só consegui gostar dos dois primeiros filmes. A adaptação de Carrie para o cinema em 2013 foi péssima, embora os produtores aleguem ser muito fiéis ao livro. De todo modo, sua resenha traz a tona essa grande discussão: o bulling que tanto acomete vários adolescentes em todo o mundo!

    ResponderExcluir
  6. Amo os livros de Stephen King principalmente Carrie,então imagina uma pessoa q é faz do livro ver a triste adaptação do livro,Concordo com o nosso amigo Rique a adaptação de 2013 foi péssima não curti não.

    Bjss

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar no "Leitor Sagaz" em breve seu comentário será publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...