{Resenha} - O Condenado - Bernard Cornwell

Tenho que confessar: “Comprei o livro no impulso”, mas isso ocorreu porque havia terminado de ler "As Crônicas de Artur” e a escrita de Bernard Cornwell é uma coisa tão incrível que você quase pode sentir o cheiro da batalha, o gosto do sangue escorrendo pela boca, em fim te transporta para outro mundo.

Editora: Record
Autor: Bernard Cornwell
Ano: 2005
Número de páginas: 321
Sinopse: Nesta obra, Cornwell constrói um thriller de mistério que o consagra como um dos principais escritores históricos da atualidade. Sua descrição dos enforcamentos é impressionante, assim como os detalhes da crueldade nas prisões inglesas pós-Napoleão. Por meio de criteriosa pesquisa histórica e da narrativa envolvente com a qual disseca a vida de seus personagens, o autor acompanha o fim da guerra entre Inglaterra e França. Rider Sandman - um dos heróis de Waterloo - volta para casa e encontra um país corrupto, pobre, repleto de conflitos sociais e onde o cadafalso se tornou sinônimo de justiça.





Bem mais vamos ao livro, vamos acompanhar Rider Sandman, digo Capitão Rider Sandman, em busca de respostas sobre um assassinato. Ambientado na Londres do inicio do século XIX, fria, imunda, pobre, onde enforcamento em praça publica eram comuns.

Li este livro em dois dias, fiquei mergulhado nele e não consegui sair até desvendar os mistérios junto com o capitão Rideer, vou tentar me prender ao contesto geral e não dar muitos spoilers, afinal quero que vocês leiam e tirem suas conclusões.

O livro nos traz um homem de princípios, não aceita suborno e procura fazer o bem mesmo que se prejudique.

Rider se vê sem dinheiro e não tem onde cair morto então recebe uma proposta para investigar se um condenado a forca é inocente ou culpado, mais nesta época culpado era culpado e pronto, Rider deveria apenas sacramentar a sentença só que devido aos seus princípios ele acaba descobrindo coisas demais.

A trama envolve ação, drama, brigas de família, herança e muito mais, um trabalho simples se torna uma corrida para salvar ou matar um homem. A descrição dos lugares, as nuances dos personagens nos faz imaginar de tal maneira as cenas como se estivéssemos assistindo um filme em 3D no cinema.

Bernard Cornwell descobriu a formula mágica de criar historias fictícias mescladas a acontecimentos históricos e locais marcantes de determinada época.

Então não deixe de acompanhar o Capitão Rider Sandman e seus aliados: a linda Sally Hood, modelo vivo de passado comprometedor; Lorde Alexander, um fervoroso reverendo e também amante do críquete; e o velho companheiro de batalha, Sargento Berrigan.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar no "Leitor Sagaz" em breve seu comentário será publicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...