{ Resenha} - Todas as estrelas do Céu - Enderson Rafael


Porque é tão difícil falar de um livro que você amou??? Passei a noite pensando e tentando colocar em palavras o que meu coração e minha mente me diziam.
Então vamos pelo começo:

Editora: Novas Ideias
Autor: Enderson Rafael
Ano: 2010
Número de páginas: 160
Sinopse: Caroline e Leandro são dois adolescentes de uma bem resolvida família de classe média, ele adotado, ela filha biológica do casal Marco e Lúcia. Diante dos conflitos da adolescência, do colégio, do vestibular, ambos se vêem diante de mais um dilema: um amor impossível e todas as consequências da busca pela felicidade ao lado da pessoa amada. O desafio dos dois em entenderem o que passa consigo mesmo, em enfrentar os pais, a sociedade e sua própria consciência é exposta neste romance honesto, ágil e de final surpreendente."Todas as estrelas do céu". Uma obra polêmica e doce ao mesmo tempo, com um tema inusitado, falado de igual para igual com os jovens ou mesmo para quem já passou da adolescência.

   

      Quando ganhei esse livro (presente da minha amigona Patrícia) eu adorei tudo nele: á capa, o nome dos capítulos, os detalhes nas paginas e principalmente a dedicatória do autor Enderson Rafael que precisou ser traduzida por outra amiga a Isa. (risos) Mais nem de longe imaginei que aquele livro pequeno e fininho fosse virar um dos meus livros favoritos. (Então não julgue um livro pela capa ou numero de paginas)


      Tradução: Deborah, me disseram que este livro é a sua cara! Espero que você goste!
Se eu gostei? Eu amei!!!Obrigada!!!

     O “ Todas” conta a história da Carol e do Leandro mais conhecido como Lê, dois irmãos que irá nos ensinar a força da amizade, o amor de forma pura e verdadeira e como tudo aquilo que acreditamos pode ser questionado. O que você faria por amor? E se esse amor fosse considerado errado? Então meu caro amigo leitor prepare-se porque irá precisar de muitos lenços de papel.

    Como o autor diz esse romance é adolescente, e portanto, equivocado, imperfeito, e por vezes incoerente. Para um adulto. Bom eu sou adulta. E essa obra está longe de ser imperfeita equivocada ou incoerente. Ela é perfeita, correta e faz todo sentindo mesmo não fazendo. Não tem como não amar essa linda historia de amor, que conta de forma inocente, pura e poética como o amor amadurece e cresce onde sempre existiu.

Como continuar sem dar Spoilers??

“Você sabe as respostas ás suas perguntas, preguiçoso, é só pensar um pouco...Mais seja paciente, os ponteiros do relógio são seus amigos e, embora lento ás vezes, ás vezes velozes, nunca se adiantam ou se atrasam. Posto isto, espera, meu querido, que o tempo será generoso com você.”

     Com isso digo leia-o em casa protegido dos olhares curiosos, de perguntas sem contesto e risadas sem sentido. Dê risadas verdadeiras gritinhos de surpresa e chore, chore porque é inevitável.

      Gente eu torci por um final feliz, torci pelo amor mesmo sabendo que não poderia ter terminado de outra forma, eu torci pelo amor mesmo aos olhos dos hipócritas eu torci pelo amor juntos com Todas as estrelas do céu. E você também vai.

“ Se uma de vós se apaixonasse pelo Sol, me entenderia.Mas Deus foi justo convosco, e nunca divides o firmamento com ele.Á mim, no entanto, não foi dada a mesma graça, e acabei por amá-lo.”

     Todo mundo sabe ou se não vai ficar sabendo que o Enderson o autor dessa obra fantástica escreveu esse livro quando tinha 19 anos isso há muito tempo atrás (risos) (risos de novo) ta brincadeira a parte, na pretensão de fazer uma festa para amigos em Búzios mais o livro foi publicado dez anos depois graças a muito trabalho, persistência, dedicação de grandes amigos e da família. Um livro que tinha o destino traçado: as nossas mãos.

     Para mim um livro fantástico, com um tema nunca abordado antes e sem duvida com personagens que ficaram marcados para sempre em nossas vidas. Os versos da Carol farão muita gente suspirar e chorar por varias gerações.

É isso espero que gostem. Quem não leu ta esperando o que para ler? Para quem já leu corra e vá ler novamente. Beijão e até a próxima!





{Capa} A Casa de Hades - 4º livro da série Os Heróis do Olimpo

   A Editora Intrínseca revelou uma arte de capa nacional para A Casa de Hades, 4º livro da série Os Heróis do Olimpo, que terá lançamento brasileiro simultâneo à edição americana, em 8 de outubro! Uma nova sinopse para o livro também foi revelada. Confira:


   Sinopse:
   Hazel está diante de uma encruzilhada. As forças de Gaia estão decididas a impedi-los de avançar e alcançar seu objetivo: chegar à Casa de Hades, nas terras antigas, para resgatar Percy e Annabeth e fechar definitivamente as Portas da Morte, impedindo os monstros de retornarem ao mundo mortal. Ela e o que restou da tripulação do Argo II sabem o que precisa ser feito, mas todos os caminhos parecem levar ao fracasso de sua missão. Entretanto, eles precisam se decidir e agir rápido. O tempo está passando. A sanguinária Mãe Terra escolheu o dia primeiro de agosto para o seu despertar.
   No Tártaro, Annabeth e Percy passam por grandes dificuldades. Famintos, com sede e feridos, mal conseguem andar pelo território sombrio e venenoso repleto de inimigos que espreitam na escuridão. Não há como descobrir onde ficam as Portas da Morte. E mesmo que soubessem sua localização, uma legião formada pelos monstros mais poderosos e fiéis a Gaia estará lá para guardá-las. Nesse momento, Annabeth e Percy não estão em condições de enfrentá-los em um combate.
   Apesar da enorme desvantagem, Hazel, Annabeth, Percy e os outros semideuses da profecia sabem que sua única opção é tentar o impossível. Quando os riscos são maiores do que nunca, é somente a amizade entre os semideuses gregos e romanos, aprendendo a trabalhar juntos, que poderá salvar não só os acampamentos, mas também o mundo.
    A edição nacional vai sair junto com à americana, bom sinal para todos os fãs do tio Rick!

Outros livros da série:





Seja "Sagaz"!

Diego de França

{Dica de Série} - Banshee - do criador de True Blood

Sexo e violência na nova série do Cinemax


Venho aqui repassar à dica do nosso amigo Gutemberg (O Berg), a série já esta caminhando para uma segunda temporada! Então vamos deixar vocês aqui apenas com o inicio de tudo.


Sinopse:

            Ambientada em uma pequena cidade da área Amish da Pensilvânia – a Banshee do título -, a trama acompanhará o ex-criminoso Lucas (Antony Starr), expert em artes marciais que engana a população e assume a identidade de um xerife que foi assassinado. Odette Annable viverá uma assassina profissional nativa americana com passado sombrio.

Também no elenco estão Ben Cross como o gângster ucraniano Mr. Rabbit, que há 15 anos vem caçando Lucas e Carrie (Ivana Milicevic), seus principais fugitivos; Ulrich Thomsen como Proctor, um bem sucedido e intimidante empresário local; Matt Servitto como Brock Lotus, o mais antigo delegado do departamento de polícia de Banshee; Trieste Dunn como Siobhan Kelly, uma jovem delegada cabeça-quente; e Daniel Ross como Dan Kendall, o jovem e idealista prefeito da cidade.

Sinopse dos primeiros episódios:

·                  1º episódio: “Pilot”  Um mestre do roubo que recentemente conseguiu sua liberdade condicional assume a identidade de Lucas Hood, o xerife da cidade de Banshee, na Pensilvânia. Mantendo a sua história em segredo, Lucas faz amizade com um boxeador que virou barmen, Sugar Bates, e se estabelece como o novo xerife da cidade. Mas ele inadvertidamente se envolve com a corrupção crescente do renegado gângster amish Kai Proctor, enquanto vigia o Sr. Rabbit, um chefe da máfia de Nova York que quer se vingar de Lucas e de sua antiga parceira Carrie pelo roubo de jóias que colocou Lucas na prisão.
·                  2º episódio: “The Rave”  Um subordinado de Proctor, Hanson, decide fazer uma rave numa fazenda amish, pegando pílulas de ecstasy feitas em casa e roubadas de seu chefe, para vendê-las aos jovens de Banshee, incluindo Deva, a rebelde filha de Carrie. Ao descobrir o plano, Lucas e sua equipe organizam uma batida policial, mas os efeitos da droga causam convulsões em muitos, com uma notável fatalidade.
·                  3º episódio: “Meet the New Boss”  Uma luta de artes marciais está sendo planejada para acontecer no Kinaho Moon Casino, que é dirigido pelo líder tribal Benjamin Longshadow e seu filho Alex. Altíssimos lucros são antecipados pelos investidores de Banshee, mas todo o evento fica ameaçado quando o campeão irrita Lucas.





Fica a dica, e espero que vocês postem aqui suas impressões sobre a série. Seja "Sagaz"!

Diego de França

{Resenha} O Nome do Vento - A Crônica do Matador do Rei: Primeiro Dia - Patrick Rothfuss

Olá pessoal, estou aqui para a minha primeira resenha (muita emoção), então espero que gostem e que possam se interessar a compartilhar da leitura do livro de estreia de Patrick Rothfuss, O Nome do Vento.
Este livro é como um ímã. Todas as vezes que eu ia à livraria ou até pesquisava nos sites de livros, lá estava ele: fitando-me. Passei a imaginar mil e uma coisas a respeito da história e quando enfim decide “vou comprar” me surpreendi: era muito melhor do que eu tinha imaginado!


Editora: Arqueiro
Autor: Patrick Rothfuss
Ano: 2007
Número de páginas: 656


Sinopse: Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso.
Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano - os lendários demônios que assassinaram sua família no passado.
Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade.
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade - notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame.
Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

Fonte: Skoob

A história se passa através de Kote, um ruivo de ar distante, proprietário da hospedaria Marco do Percurso. Enigmático, seus olhos verdes escuros escondem uma história ainda viva. Em sua companhia há Bast, seu aprendiz, outra personalidade curiosa.
Eis que surge em sua hospedaria Devan Lochees, “O” Cronista, que ao deparar-se com Kote logo percebe que aquele homem não é um simples hospedeiro, como diz ser. Ele é Kvothe, o Arcano, o Matador do Rei, o Sem-Sangue... Logo, por se ver descoberto por aquele Cronista e por querer desmascarar as superstições criadas a seu respeito, Kote (Kvothe) lhe propõe narrar a sua verdadeira história em três dias. Daí dá-se o início de uma envolvente narrativa, sendo este livro o primeiro dia.
Sua infância foi passada numa trupe (mas não uma trupe qualquer), onde desde cedo conheceu o encantador mundo da arte: a música, a poesia e o teatro. Também desde pequeno mostrava-se ser bastante curioso e de uma inteligência aguçada. Conhece um velho Arcanista que passa a acompanhá-lo com a trupe por algum tempo em suas andanças. Com ele descobre o fascinante mundo da simpatia e nomeação, além da Universidade, que passa a ser bastante almejada por sua parte, afinal lá ele conhecerá a Biblioteca e com isso irá ter acesso as respostas para todas as suas perguntas (ou assim ele pensava).  Mas a vida às vezes é cruel...  
E se sua família não fosse morta com todos os integrantes da trupe, devido a uma canção, será que sua existência nos seria tão notável?
Pois bem, é o que acontece, um grupo misterioso chamado Chandriano traz o fim a sua família. Então, Kote, tendo de sobreviver a infância sozinho, apenas com seu alaúde, passa seus tempos difíceis.
Acho que seria um erro descrever tanto desta historia, burlar seus detalhes, mas a partir deste momento trágico nos sentimos tão próximos a esse personagem, que possui apenas suas perguntas ainda não respondidas como um combustível de sobrevivência.
Ele segue em busca da Universidade e ao chegar lá descobre que as coisas não são tão simples como pensava, faz amigos e inimigos, descobre seu verdadeiro amor e envolve-se em aventuras apaixonantes... Mas sempre na busca de respostas para as questões de sua vida.

E para finalizar, deixo um trecho do livro para vocês: 

"Meu primeiro mentor me chamava de E'lir, porque eu era inteligente e sabia disso. Minha primeira amada de verdade me chamava de Duleitor, porque gostava desse som. Já fui chamado de Umbroso, Dedo-Leve e Seis Cordas. Fui chamado de Kvothe, o Sem-Sangue; Kvothe, o Arcano; e Kvothe, o Matador do Rei. Mereci esses nomes. Comprei e paguei por eles.
Mas fui criado como Kvothe. Um vez meu pai me disse que isso significava 'saber'."
  
Obs: Já vi pessoas comparado esta obra ao Senhor dos Anéis (como se Patrick Rothfuss fosse um novo Tolkien), mas tenho algo a dizer a respeito disso: parem de comparar, cada livro e autor possui sua individualidade, e este livro é, com certeza, uma dessas obras fascinante! 



 
Mariana das Neves





{Resenha} - O Condenado - Bernard Cornwell

Tenho que confessar: “Comprei o livro no impulso”, mas isso ocorreu porque havia terminado de ler "As Crônicas de Artur” e a escrita de Bernard Cornwell é uma coisa tão incrível que você quase pode sentir o cheiro da batalha, o gosto do sangue escorrendo pela boca, em fim te transporta para outro mundo.

Editora: Record
Autor: Bernard Cornwell
Ano: 2005
Número de páginas: 321
Sinopse: Nesta obra, Cornwell constrói um thriller de mistério que o consagra como um dos principais escritores históricos da atualidade. Sua descrição dos enforcamentos é impressionante, assim como os detalhes da crueldade nas prisões inglesas pós-Napoleão. Por meio de criteriosa pesquisa histórica e da narrativa envolvente com a qual disseca a vida de seus personagens, o autor acompanha o fim da guerra entre Inglaterra e França. Rider Sandman - um dos heróis de Waterloo - volta para casa e encontra um país corrupto, pobre, repleto de conflitos sociais e onde o cadafalso se tornou sinônimo de justiça.





Bem mais vamos ao livro, vamos acompanhar Rider Sandman, digo Capitão Rider Sandman, em busca de respostas sobre um assassinato. Ambientado na Londres do inicio do século XIX, fria, imunda, pobre, onde enforcamento em praça publica eram comuns.

Li este livro em dois dias, fiquei mergulhado nele e não consegui sair até desvendar os mistérios junto com o capitão Rideer, vou tentar me prender ao contesto geral e não dar muitos spoilers, afinal quero que vocês leiam e tirem suas conclusões.

O livro nos traz um homem de princípios, não aceita suborno e procura fazer o bem mesmo que se prejudique.

Rider se vê sem dinheiro e não tem onde cair morto então recebe uma proposta para investigar se um condenado a forca é inocente ou culpado, mais nesta época culpado era culpado e pronto, Rider deveria apenas sacramentar a sentença só que devido aos seus princípios ele acaba descobrindo coisas demais.

A trama envolve ação, drama, brigas de família, herança e muito mais, um trabalho simples se torna uma corrida para salvar ou matar um homem. A descrição dos lugares, as nuances dos personagens nos faz imaginar de tal maneira as cenas como se estivéssemos assistindo um filme em 3D no cinema.

Bernard Cornwell descobriu a formula mágica de criar historias fictícias mescladas a acontecimentos históricos e locais marcantes de determinada época.

Então não deixe de acompanhar o Capitão Rider Sandman e seus aliados: a linda Sally Hood, modelo vivo de passado comprometedor; Lorde Alexander, um fervoroso reverendo e também amante do críquete; e o velho companheiro de batalha, Sargento Berrigan.





{Resenha} Três Céus - Enderson Rafael

  Olha eu aqui de novo com mais uma resenha de autor nacional para vocês. Como havia prometido ao Enderson está aqui minha visão de “Três Céus”.

Editora: Gutenberg
Autor: Enderson Rafael
Ano: 2012
Número de páginas: 256
Sinopse: "Três Céus", um romance nas alturas! O jovem comissário de voo Lucas Luchesi está de mal com a empresa e em busca do amor da sua vida. Já Patrícia Milano é a típica garota do interior que vê sua chance de ganhar o mundo tornando-se aeromoça na cidade grande. As preocupações do comandante Fernando Villas são bem outras: salvar seu casamento. Levando suas vidas a novecentos quilômetros por hora e doze mil metros do chão, estes três personagens se descobrirão numa rotina que só os aviões podem proporcionar, sem saber que seus destinos convergem para um encontro de tirar o fôlego! 



  Quando comecei a ler “Três Céus” eu me vi no meio de tantos termos técnicos que a primeira coisa que veio a minha mente foi nada faz sentindo para mim, mas não quer dizer que não seja importante no decorrer da leitura o que depois se mostrou verdade. Tudo se encaixava perfeitamente e o que no começo era nebuloso mais tarde ficou claro feito cristal. Enderson consegue narrar a história com tanta leveza que nos sentimos parte dessa tripulação, ele descreve o cotidiano dos comissários e pilotos e nos conduz a onde as histórias se entrelaçam de forma sutil e natural.

  Essa obra fala sobre romance, amizade e principalmente companheirismo e com uma pitada de gírias que me peguei por varias vezes tentando em voz alta imitar (risos). Os personagens principais Lucas, Patrícia e Fernando são pessoas comuns que fazem um trabalho extraodinário, dedicando suas vidas para que pessoas como eu e você possamos voar em segurança.

Nunca voei e acho que quando tiver que fazer vai ser porque fui obrigada.
 Tenho medo T____T

  Existe um trabalho árduo e treinamentos excessivos por traz de todo o glamour que nos vemos na televisão e em filmes. Existe dedicação e abnegação e isso é lindo!!
E vocês vão conseguir enxergar isso quando conhecerem melhor esses personagens incríveis:
Lucas um comissário e romântico incurável. (Super fofo e gatinho) ^-^
Patrícia a típica garota do interior que veio estudar na Capital e sonha em ser Comissária.
Fernando um piloto serio e que se vê lutando para manter sua família unida.

  O livro é Perfeito!!! Eu amei!!! Ri muito, chorei lembrando o acidente em São Paulo e quase enfartei (literalmente) no final do livro.

  Super recomendo essa obra sensacional escrita por quem vive nas alturas e tem um pedacinho do céu pra si. ;)

  Deixo aqui para vocês o que pensei quando terminei de ler Três Céus:

"EU BELISCO O ENDERSON POR QUASE ME MATAR DE SUSTO. (risos) (brincadeira)"


É isso espero que tenham gostado. Até a próxima!




{Critica} - Os Instrumentos Mortais - Cidade dos Ossos

Primeiro quero dizer que vou apenas falar do filme, pois não li os livros ainda.


  Com Lily Jane Collins como Clary fiquei um pouco receoso, a atuação dela em Espelho, Espelho Meu deixou muito a desejar, fraquíssima a meu ver, mas surpreendentemente para interpretar Clary ela se entregou totalmente a personagem e conseguiu assim dar vida a mesma.



  Jamie Campbell Bower vive o Jace, bem por não conhecer as nuances do personagem no livro vou apenas citar que no filme a atuação de Jamie foi muito boa, se portou bem nas cenas de ação e os diálogos em seu triangulo amoroso com Clary foram bem colocados.



  O nerd Simon Lewis foi interpretado por Robert Sheehan, aquele típico nerd esperto, de óculos e medroso, mas ele se vê confrontado por seus medos e tem de enfrentá-los a fim de proteger sua amada Clary.



  Quem deu vida ao vilão Valentin Morgenstern foi o ator Jonathan Rhys Meyers, o ator conseguiu transparecer toda loucura e fúria que esperamos de um vilão.


   Mas chega de falar dos atores, vamos ao contexto geral: a historia transcorre de maneira fluente, mesmo deixando algumas coisas sem os seus pormenores, os efeitos visuais agradam aos olhos, as cenas de ação são bem montadas e sem exageros. Vemos esse novo triangulo amoroso tentando tomar o lugar deixado por Crepúsculo e que não foi alcançado por “A Hospedeira” e “Dezesseis Luas”, não me agrada muito essa historia de triangulo amoroso, mas neste filme não atrapalha em nada, se desenrola sem ser maçante. Um ponto negativo é a trilha sonora fraca, as musicas deveriam ser melhores aproveitadas e inseridas em alguns outros momentos de cena.
   Temos uma tirada cômica também que se inseriu sem se tornar clichê. Bom misto de bruxos, vampiros, lobisomens, anjos e sei lá mais o que vai aparecer neste mundo dos Shadow Hunters.

    Mas vamos ao que vocês realmente querem saber, “O Leitor Sagaz recomenda este filme?”

  Sim, recomendamos! Podem ir assistir tranquilos e se você já leu o livro lembre-se: É apenas uma adaptação e não uma cópia fiel do livro.





Diego de França



{Resenha} - As Confissões de Laura Lucy

Olá. Trago aqui para vocês minha primeira resenha, espero que gostem. Como estou em um momento muito nacional resolvi falar de um livro de uma autora Paraibana, é isso mesmo Paraibana!! 

                                           
Editora: Novo Século
Autora: Fernanda Saads
Ano: 2010                                                     
Número de páginas: 239
Sinopse: Laura Lucy está à beira dos trinta e à beira de um ataque de nervos. De repente, a mulher decidida que pensava ser dá lugar a uma garota cheia de dúvidas diante de dois pretendentes bem-sucedidos, bonitos e charmosos; Sorte no amor e nos negócios é possível? Entre faturas de cartão de crédito, hambúrguer e batata-frita, amor incondicional pelo secador de cabelos e livros de autoajuda, ela tenta se equilibrar e conseguir realizar seus sonhos mais secretos.
Fonte: Skoob



Laura Lucy é minha irmã, minha prima, minha tia e minha amiga de infância ela é a união de cada uma de nós. Com seus 27 anos ela é auxiliar de Marketing em uma empresa na área de moda mais há tempos sonha com o cargo de Gerente de Marketing. Ela é divertida, inteligente e sem sombra de duvidas determinada mais um pouco solitária, sem amigos (tirando o Beto) que depois vocês vão descobrir não conta muito rsrs e longe da família e da mãe neurótica que por sinal liga todo dia (igual a alguém que eu conheço).

Todo mundo imagina que aos 30 anos vai ter o emprego dos sonhos estar casada com um deus grego e grávida de lindos bebes Johnson o que está longe de acontecer a Laura Lucy. Só que o destino decide dar uma forcinha e ela é enviada pela sua chefe Joana para resolver um problema com uma empresa que compra a marca Helga, a Gender. E lá ela conhece o dono da Gender, o Baruk (deus grego) um homem lindo, charmoso e com cara de moreno perigoso. A quem me arranca grandes suspiros!!

Logo depois descobre que terá um novo chefe, que descobrimos que se chama Bernardo um gatinho, fofo e atencioso. Pra quem não tinha nenhum paquera (possível deus grego) ela consegue logo dois super gatos o que nos leva a muita confusão, diversão, lagrimas e claro a um amor envolvente.

Eu adorei cada segundinho perdido lendo esse livro, ele é divertido, apaixonante e sem duvida aconchegante. Com uma narrativa leve, a historia é contada pela própria Laura. Eu sinceramente adorei esse livro, paguei altos micos lendo ele no ônibus porque fui pega de surpresa rindo muitoooo. Super recomendo!! Diferente de tudo que costumo ler As Confissões de Laura Lucy parece ser uma historia contada por uma amiga, prima, mãe ou até mesmo alguém que você nunca viu na vida e puxa assunto com você na fila de um banco.

Por fim gostaria de dizer que adorei fazer a resenha desse livro e agradecer a Lígia do blog Lígia et son monde que foi a pessoa que me apresentou a ele. Obrigada e até a próxima.

Encerro com um quote do livro para vocês:



"Quando eu sonhava com a vida perfeita, não imaginava nada disso. Mas agora percebo que a felicidade não está na perfeição das coisas, e sim na maneira como nossos defeitos podem ser superados por uma coisa simples e bonita chamada amor"






Reedição - A Espera de Um Milagre

À Espera de um Milagre 
Stephen King 
Tradução: M.H.C. Côrtes Suspense 
ISBN: 9788581050379 
Lançamento: 01/05/2013 
Formato: 16 x 23 
Peso: 619 gramas 400 páginas 



"Fiquei imaginando como seria caminhar aqueles últimos quarenta metros até a cadeira elétrica, sabendo que iria morrer ali. Aliás, como seria ser o homem que teria que afivelar o condenado na cadeira, ou ligar a chave de força. O que um trabalho como esse retiraria de alguém? Ou, mais horripilante ainda, o que poderia lhe acrescentar?" 

  Uma trama de mistério e terror, ambientada nos anos 30, em plena Depressão americana, num cenário de desespero e sufoco: a Penitenciaria de Cold Mountain. Stephen King foi buscar no lado mais sombrio de sua imaginação a história assombrosa de John Coffey, condenado à morte, e seu encontro fatal com o carcereiro Paul Edgecombe. Originalmente publicado em seis partes, com o título de "O Corredor da Morte", o romance é agora lançado em volume único: "À ESPERA DE UM MILAGRE". Nas telas, o diretor Frank Darabont recria a história magistral de King, com Tom Hanks interpretando o guarda Edgecombe.

  Se você viu o filme e gostou então não pode perder está nova versão reeditada pela Suma de Letras Brasil, uma excelente obra do mestre do terror Stephen King.


Diego de França

{News} A menina que roubava livros

Mais uma bela obra que vemos se tornar filme, a expectativa é que não seja tão ruim como muitas das adaptações que vimos ultimamente. Se preparem para chorar.

Lançamento: 31 de janeiro de 2014
Dirigido por: Brian Percival
Com: Geoffrey Rush, Emily Watson, Sophie Nélisse
Gênero: Drama
Nacionalidade: EUA
Sinopse:
Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel Meminger sobrevive fora de Munique através dos livros que ela rouba. Ajudada por seu pai adotivo, ela aprende a ler e partilhar livros com seus vizinhos, incluindo um homem judeu que vive na clandestinidade.
Trailer:


Imagens:






Diego de França

{Lançamento} Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos

Elenco:
Lily Collins, Kevin Durand, Lena Headey, Jamie Campbell Bower, Jared Harris, Kevin Zegers, Jonathan Rhys-Meyers, Aidan Turner, Aldo Quintino, CCH Pounder, Godfrey Gao, Jemima West.
Direção: Harald Zwart
Gênero: Aventura
Duração: 130 min.
Distribuidora: Paramount Pictures
Orçamento: US$ 60 milhões
Estreia:23 de Agosto de 2013
Sinopse:
Quando a jovem Clary (Lily Collins) decide ir para Nova York se divertir numa discoteca, ela nuca poderia imaginar que testemunharia um assassinato – muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras.
Para piorar a situação, sua mãe desapareceu sem deixar vestígios e agora ela precisa sair em busca dela em uma Nova Iorque diferente, repleta de demônios, magos, fadas, lobisomens, entre outros grupos igualmente fantásticos. Para ajudá-la, Fray conta com os amigos Simon (Robert Sheehan) e o caçador de demônios Jace Wayland (Jamie Campbell Bower), mas acaba se envolvendo também em uma complicada paixão.
Curiosidades:
» A série de aventuras fantásticas escrita pela escritora Cassandra Clare possui cinco volumes: Cidade dos Ossos, Cidade das CinzasCidade de Vidro Cidade dos Anjos Caídos e Cidade do Fogo Celestial.
» Lily Collins é a protagonista Clary Fray. Jonathan Rhys Meyers, astro da série ‘The Tudors‘, interpreta Valentine Morgenstern.
» Alex Pettyfer (‘Eu Sou o Número Quatro’) e Nico Tortorella (‘Pânico 4′) foram cotados para viver Jace Walyland, mas Jamie Campbell Bower (Harry Potter e as Relíquias da Morte) foi o escolhido.
» Harald Zwart (‘Karate Kid’) dirige.

Cartazes:




Diego de França



- Regras Gerais -

Promoções


  • As promoções tem dia de início e de término;
  • O resultado se dará no mesmo post;
  • O sorteado deverá enviar seus dados, no prazo máximo de 2 (dois) dias, para o e-mail: leitorsagaz@gmail.com com o assunto “Promoção (nome da promoção)”;
  • Caso o ganhador não entre em contato no prazo de 2 (dois) dias um novo sorteio será realizado;
  • O ganhador deve ter endereço de entrega no Brasil;
  • Algumas promoções são realizadas sem qualquer vínculo com editoras, cabendo ao blog enviar o(s) prêmio(s) no prazo de até 30 dias;
  • Nas promoções vinculadas com editoras, constará nas regras da mesma como será o envio do prêmio;

Blogs Parceiros

Confiram aqui a nossa lista de blogs parceiros:















Autores Parceiros

Lú Piras
Fernanda Saads
Adriana Vargas
M. S. Dehlia
Bia Carvalho
Marcelo Hipólito
Victor Bulhões
Landulfo Almeida
Marisa Rezende
Simone Fraga
União dos Autores
Raquel Pagno
Elysanna Louzada




















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...